Qualificação Técnica de Radialista - Operador de Câmera

Qualificação Técnica de Radialista - Operador de Câmera

É um curso de Qualificação Profissional Técnica de Nível Médio que integra o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Também chamado de cinegrafista ou câmera man, usa filmadoras, câmeras de vídeo e uma variedade de lentes e filtros para captar imagens para serem usadas em filmes, programas de televisão ou comerciais. É uma profissão técnica, que exige sensibilidade artística.

Seu campo de trabalho é variado: cinema (longa, média e curta metragem), televisão, publicidade e eventos sociais, como casamentos e festas em geral. Assistentes de câmera montam o equipamento e deixam-no preparados para o uso do operador. 

O aluno aprende conceitos de captação de imagem e como operar os diversos tipos de equipamentos profissionais. O operador de câmera trabalha sempre sob a supervisão técnica do diretor de imagens.

Ao final do curso o aluno estará apto a desempenhar as seguintes funções: 

OPERADOR DE CÂMERA: Opera as câmeras, inclusive as portáteis ou semi-portáteis, sob orientação técnica do diretor de imagens.

OPERADOR DE CÂMERA DE UNIDADE PORTÁTIL EXTERNA: Encarrega-se da gravação de matéria distribuída pelo Supervisor de Operações, planifica e orienta o entrevistador repórter e o iluminador no que se refere aos aspectos técnicos de seu trabalho. Suas atividades envolvem tanto a gravação como a geração de som e imagem, através de equipamento eletrônico portátil de TV.

AUXILIAR DE OPERADOR DE CÂMERA DE UNIDADE PORTÁTIL EXTERNA: Encarrega-se do bom estado do equipamento e da sua montagem e auxilia o operador de câmera na iluminação e na tomada de cenas. CONTINUISTA: Dá continuidade às cenas de programas, acompanhando a sua gravação e providenciando para que cada cena seja retomada no mesmo ponto e da mesma maneira em que foi interrompida. CONTRA-REGRA: Realiza tarefas de apoio à produção, providenciando a obtenção e guarda de todos os objetos móveis necessários à produção.

OPERADOR DE CABO: Auxilia o operador de câmera na movimentação e deslocamento das câmeras, inclusive pela movimentação dos cabos. Cuida da limpeza e manutenção dos cabos e outros equipamentos de câmera.

AUXILIAR DE ILUMINADOR: Presta auxílio direto ao iluminador na operação dos sistemas de luz, transporte e montagem dos equipamentos. Cuida da limpeza e conservação dos equipamentos, materiais e instrumentos indispensáveis ao desempenho da função.

  • Maiores de 18 anos ou a completar até o fim do curso, que possuam o ensino médio completo, expedido por escola reconhecida pelo MEC

    Devem ter perfeita compreensão do funcionamento de seu equipamento, além de conhecimentos sobre iluminação e um bom nível de conhecimento geral.

    É desejável uma boa base de inglês para compreender instruções dos manuais dos equipamentos, que estão cada vez mais sofisticados. Assistentes de câmera têm que conhecer o equipamento e ter noção de medição de foco.

  • - Aulas práticas - o aluno terá contato direto com diversos tipos de equipamentos de uso profissional;

    - Auals teóricas - desenvolvidos em salas de aula, conteúdo teórico;

    - EAD(ensino a distância) - o aluno desenvolverá os conteúdos on-line diretamente pela plataforma da WEB Aula.

  • Módulo Básico:

    • Radiodifusão, história do rádio e da tv;
    • Noções de redação e língua portuguesa;
    • Novas tecnologias;
    • Legislação e ética profissional;
    • Noções de marketing, vendas e comercialização em mídia eletrônica;

    Módulo específico:

    • Prática de Operação de Câmera
    • Noções de Iluminação
    • Noções de Roteirização
    • Noções de Produção
    • Noções de Edição de Áudio
    • Noções de Edição de Imagem
  • Encarrega-se da gravação de matéria distribuída pelo Supervisor de Operações, planifica e orienta o entrevistador, repórter e iluminador no que se refere aos aspectos técnicos de seu trabalho. Suas atividades envolvem tanto gravação, como geração de som e imagem, através de equipamento eletrônico portátil de tv.

    O Operador de Câmera pode trabalhar em televisão aberta e/ou fechada, produção de vídeos e cinema, tanto para produtoras independentes ou emissoras. Para exercer a profissão de Operador de Câmera é necessário ter o registro na Delegacia Regional do Trabalho (DRT). Apesar de o mercado ser restrito, são boas as perspectivas de trabalho para os operadores de câmera, principalmente para aqueles que buscam qualificação.

    A indústria cinematográfica nacional vive um bom momento e alguns canais de televisão, apesar de importarem grande parte de sua programação, ainda são mercado para os operadores de câmara. O mercado publicitário também é responsável pela demanda por esses profissionais.

    Quanto aos que trabalham individualmente na filmagem de eventos sociais, a concorrência deverá tornar-se cada vez maior devido à diminuição do custo do equipamento, que para esses casos se restringe a uma câmera de vídeo e um spot para iluminação.

  • Entre em contato com a Rádioficina no telefone (11)2063-1370 ou mande um e-mail para contato@radioficina.com.br